sábado, 24 de março de 2012

Frases em espanhol

Los angeles pueden volar porque se toman a si mismos con ligereza.

El silencio es la primera piedra del templo de la filosofía.

Aceptar una derrota nunca es rendirse.

Nuestra vida está en gran parte compuesta por sueños, hay que unirlos a la acción.

La cultura logra darnos fuerza. (Maurois)

La riqueza no vale nada si no sabes como aprovecharla.

El amor es el infierno azul parecido al cielo.

Dos nos se pelean si uno no quiere.

Los que saben son siempre solo unos pocos. Pero quizas necesiten ellos tanto de la masa que los rodea como la masa necesita de ellos.

Sorprendernos por algo es el primer paso de la mente hacia el descubrimiento.

Es mejor empezar todo con jubilo.

Igual que todos los jovenes, me proponía ser un genio, pero afortunadamente intervino la risa. (M. Couve)

Someone like you - Adele

Verb to be (Simple Present)

O verbo to be é talvez o verbo mais estudado e o mais difícil de ser compreendido. Significa ser ou estar, dependendo do contexto. Ele apresenta três formas: am, are e is. Veja:
I am
You are
He is
She is
It is
We are
You are
They are
A forma am é usada para a 1ª pessoa do singular (I = eu). A forma is é usada para as 3ªs pessoas do singular (he = ele; she = ela; it = ele/ela). E a forma are é usada para a 2ª pessoa do singular (you = você) e para todas as formas do plural (we = nós; you = vocês; they = eles/elas).

A forma negativa se compõe acrescentando o not após a forma verbal.
I am not
You are not
He is not
She is not
It is not
We are not
You are not
They are not
As formas negativas podem ser abreviadas da seguinte maneira: is not = isn't e are not = aren't.

Para fazermos a forma interrogativa, precisamos trocar de lugar o sujeito com o verbo, ou seja, a forma verbal será colocada antes, na frente do sujeito. Observe:
Am I?
Are you?
Is he?
Is she?
Is it?
Are we?
Are you?
Are they?

Exemplos de como passar uma frase de uma forma para a outra:
The student is happy today. (O aluno está feliz hoje.) Foi usada a forma verbal is porque o sujeito (the student) pode ser substituído pelo pronome he (ele).
Passando para o forma negativa a frase, localizamos o verbo (is) e após, colocamos not.
The student is not happy today. (O aluno não está feliz hoje.)
E quando queremos tranformar em pergunta, localizamos o verbo e trocamos de lugar com o sujeito, isto é, o verbo vem antes do sujeito.
Is the student happy today? (O aluno está feliz hoje?)

quinta-feira, 15 de março de 2012

segunda-feira, 12 de março de 2012

Sobre o Respeito:

Respeito é bom......e cabe em qualquer lugar!
...e todos gostam!
...e faz bem aos funcionários!
...e será que todo mundo gosta?
...e eu gostaria tanto!
...e eu gosto, e você?

Completando com o que ouvi um dia por aí:
...e faz bem pros dentes!
Eu gosto, mas parece que o mundo anda se desviando dele. Hoje, pra muitas pessoas, o normal não é mais respeitar o próximo, só se pensa em exigir dos outros. Pra mim, desse jeito, não vale, tô fora. E pra você?
Respeito é bom...
...e...

Um pouco de tudo...

"O mundo está nas mãos daqueles que têm coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos. Cada qual com o seu talento." (Paulo Coelho)

***

Teus olhos são meus livros.
Que livro há aí melhor,
Em que melhor se leia
A página do amor?

Flores me são teus lábios.
Onde há mais bela flor,
Em que melhor se beba
O bálsamo do amor?

(Machado de Assis)

***

Reverência ao destino – Carlos Drummond de Andrade

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.
Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto. Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.
Fácil é dizer “oi” ou “como vai?”
Difícil é dizer “adeus”. Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas…
Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa. Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama.
Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.
Fácil é ditar regras.
Difícil é seguí-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.
Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.
Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.
Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro.
Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.
Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.
Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho. Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.

(Carlos Drummond de Andrade)

domingo, 11 de março de 2012

Lei do Caminhão de Lixo


Um dia peguei um taxi para o aeroporto. Estávamos rodando na faixa certa, quando de repente um carro preto saiu de um estacionamento e cortou bruscamente o nosso caminho.
O taxista pisou no freio, deslizou e escapou do outro carro por um triz!

O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós nervosamente. Mas o taxista apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo um sinal de positivo. E ele o fez de maneira bastante amigável.

Indignado lhe perguntei: 'Porque você fez isto? Este cara quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!'

Foi quando o motorista do taxi me ensinou o que eu agora chamo de "A Lei do Caminhão de Lixo."

Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo. Andam por aí carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e de desapontamento. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de
um lugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente.
Não tome isso pessoalmente. Isto não é problema seu!

Apenas sorria, acene, deseje-lhes o bem, e vá em frente. Não pegue o lixo
de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, EM CASA,ou nas ruas. Fique tranquilo... respire E DEIXE O LIXEIRO PASSAR.

O princípio disso é que pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragarem o seu dia. A vida é muito curta, não leve lixo.
Limpe os sentimentos
ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustações.
Ame as pessoas que te tratam bem. E trate bem as que não o fazem.


A vida é dez por cento o que você faz dela e noventa por cento a maneira como
você a recebe!
Tenha um bom dia, Livre de Lixo!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Earth Hour 2012 Official Video

Frase de Jean Piaget

"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe."

Links sobre o furacão Irma

https://elpais.com/internacional/2017/09/10/actualidad/1505059822_453630.html?rel=lom https://elpais.com/elpais/2017/09/11/opinion/150514...