sábado, 17 de outubro de 2015

Outros 100 temas para a Redação Enem 2015 e também para Espressão Oral

100 Temas para a Redação Enem 2015

  1. Processo de redemocratização do Brasil
  2. Patriotismo
  3. Reforma política
  4. Desgaste da imagem política
  5. Mobilizações populares no Brasil
  6. Manifestações pelo Brasil
  7. Participação política
  8. Ética na política
  9. Eleições: falta de credibilidade do voto
  10. Monarquia constitucional
  11. A Comissão da Verdade
  12. A postura diplomática do Brasil
  13. O Brasil diante dos estrangeiros
  14. Brasil no cenário internacional
  15. Ondas de imigração no Brasil
  16. Mercosul
  17. Participação da Venezuela no Mercosul
  18. Primavera árabe
  19. Espionagem norte-americana
  20. Guerra das Coreias
  21. Guerra das Malvinas
  22. Desarmamento
  23. Contrabando de armas
  24. Mercado paralelo de armas
  25. Despreparo policial
  26. Legalização da maconha
  27. Os “justiceiros”: justiça feita com as próprias mãos
  28. Racismo na sociedade brasileira
  29. Futebol e violência
  30. A criminalidade e a agressão aos jovens
  31. Violência infantil
  32. Delinquência juvenil
  33. Violência nas escolas
  34. Bullying (físico e verbal)
  35. Efeitos do bullying na vida das crianças
  36. Intolerância no mundo contemporâneo
  37. Redução da maioridade penal
  38. Mobilidade urbana
  39. Crise nos transportes
  40. Comportamento do motorista brasileiro
  41. Álcool e direção
  42. Os desafios dos ciclistas
  43. Olimpíadas no Brasil em 2016
  44. Benefícios do esporte para a sociedade
  45. Campanhas de vacinação pelo Brasil
  46. Meio ambiente
  47. Conferências da ONU sobre meio ambiente
  48. Desastres naturais
  49. Sustentabilidade
  50. Economia verde
  51. Acidentes nucleares
  52. Crise da água: gerenciamento dos recursos hídricos
  53. Situação dos aquíferos brasileiros
  54. Construção da usina de Belo Monte
  55. Construção de hidrelétricas na Amazônia
  56. Produção de energia elétrica no Brasil
  57. Rios voadores e a devastação da floresta amazônica
  58. Questões indígenas no Brasil
  59. Intervenção do Estado em hábitos culturais
  60. A nova classe média brasileira
  61. Ascensão da classe C
  62. Terceira idade
  63. Regulamentação do trabalho doméstico
  64. Concentração de renda
  65. Inclusão social
  66. Desigualdade social
  67. Direito das minorias sociais
  68. Preconceito e direito das minorias
  69. Inclusão social dos deficientes
  70. Direitos da mulher
  71. Ascensão feminina
  72. Protestos em prol dos direitos femininos
  73. Feminismo em alta
  74. O papel da mulher no século XXI
  75. Desigualdade de gênero
  76. Homofobia e direitos dos homossexuais
  77. Direitos e deveres do cidadão
  78. Anafalbetismo funcional
  79. Educação para todos
  80. O papel dos professores na sociedade
  81. O papel da educação
  82. Reprovação e abandono escolar
  83. Terceirização da educação básica
  84. Cotas nas universidades
  85. Educação on-line
  86. Ensino interativo on-line
  87. O poder transformador da internet
  88. Marco civil da internet
  89. Lei de combate à pirataria on-line
  90. Comportamento jovem nas mídias sociais
  91. Os limites do humor nas redes sociais
  92. Redes sociais e direitos humanos
  93. Os limites da liberdade de expressão
  94. Bullying na internet
  95. Sexualidade dos jovens brasileiros
  96. Índice de gravidez na adolescência
  97. Individualismo dos jovens
  98. Supervalorização da imagem (beleza física)
  99. Greves de setores essenciais para a sociedade
  100. Novas formas de trabalho

Outros possíveis assuntos para a Redação do Enem 2015 e também para uma expressão oral

Pensando na preparação contínua para a prova, a Universia Brasil separou 108 temas que podem ser abordados no Enem 2015. Confira a seguir quais são eles:
1. Processo de redemocratização do Brasil
2. Violência infantil
3. Educação online
4. A postura diplomática do Brasil
5. Analfabetos funcionais
6. Terceira idade
7. Marco Civil da internet
8. Educação para todos
9. Mobilidade Urbana
10. Reforma Política
11. Patriotismo
12. Os limites do humor nas redes sociais
13. Mobilizações populares no Brasil
14. Papel da mulher no século XXI
15. Os "justiceiros": justiça feita com as próprias mãos
16. Redes sociais e Direitos Humanos
17. Campanhas de vacinação pelo Brasil
18. Racismo na sociedade brasileira
19. O Brasil diante dos estrangeiros
20. Intolerância no mundo contemporâneo
21. Inclusão social
22. Redução da maioridade penal
23. Crise da água: gerenciamento dos recursos hídricos
24. Regulamentação do trabalho doméstico
25. Espionagem norte-americana
26. Crise nos transportes
27. Guerra das Coreias
28. Manifestações pelo Brasil
29. Protestos políticos
30. Nova classe média brasileira
31. Ética na política
32. Situação dos aqüíferos brasileiros
33. Mercosul
34. Conferências da ONU sobre meio ambiente
35. Processos de nacionalização de hidrocarbonetos em países latinos
36. Rios voadores e a devastação da Floresta Amazônica
37. Violência nas escolas
38. Participação política
39. Questão do desarmamento
40. Desigualdade social
41. Comportamento jovem nas mídias sociais
42. Construção de hidrelétricas na Amazônia
43. Produção de energia hidrelétrica no Brasil
44. Sustentabilidade
45. Economia verde
46. Bullying na internet
47. O papel dos professores na sociedade
48. Comportamento do motorista brasileiro
49. Mobilização juvenil no Brasil
50. Efeitos do bullying na vida das crianças
51. Álcool e direção
52. Benefícios do esporte para a sociedade
53. A Comissão da Verdade
54. O papel da educação
55. Terceirização da educação básica
56. Primavera Árabe
57. Desastres naturais
58. Brasil no cenário internacional
59. Direitos das minorias sociais
60. Eleições: falta de credibilidade do voto
61. Desigualdade de gênero
62. Futebol e violência
63. Legalização da maconha
64. Greves de setores essenciais para a sociedade
65. Cotas nas universidades
66. Delinquência juvenil
67. Sexualidade dos jovens brasileiros
68. Supervalorização da imagem (beleza física)
69. Concentração de renda
70. Ascensão da classe C
71. Lei de combate à pirataria online
72. Desgaste da imagem política
73. Protestos em prol dos direitos femininos
74. Individualismo dos jovens
75. Construção da usina de Belo Monte
76. Acidentes nucleares
77. Participação da Venezuela no Mercosul
78. Monarquia Constitucional
79. Nacionalização de hidrocarbonetos nos países latinos
80. Contrabando de armas
81. Mercado paralelo de armas
82. Direitos e deveres do cidadão
83. Guerra das Malvinas
84. Ensino interativo online
85. Reprovação e abandono escolar
86. Intervenção do Estado em hábitos culturais
87. Poder transformador da internet
88. Homofobia e direitos dos homossexuais
89. Onda de imigração no Brasil
90. Novas formas de trabalho
91. Os desafios dos ciclistas
92. Bullying (Físico e Verbal)
93. Inclusão social dos deficientes
94. Índice de gravidez na adolescência
95. Transtornos psicológicos sofrido pelos jovens
96. Olimpíadas no Brasil em 2016
97. Despreparo policial
98. Ofensas nas redes sociais
99. Preconceito e direito das minorias
100. Meio ambiente
101. Marchas e manifestações públicas
102. Maioridade penal
103. Questões indígenas no Brasil
104. Criminalidade e a agressão aos jovens
105. Direitos da mulher
106. Ascensão feminina
107. Feminismo em alta
108. Os limites da liberdade de expressão
109. Homofobia e direitos dos homossexuais


domingo, 27 de setembro de 2015

Interpretação 2 - Missa do galo

1- O conto é uma narrativa curta, que apresenta uma condensação de recursos. 
a) Nesse conto, quem são os personagens e como se caracterizam? 
b) Em que espaço ou lugar acontecem os fatos narrados? 

c) Como se pode determinar o tempo em que os fatos acontecem? 


2- Uma das características do conto é apresentar um único conflito. 

Qual o conflito desse conto de Machado de Assis? No caderno, copie do texto uma frase que resume esse conflito. 

§ De que maneira a escolha do narrador em 1ª pessoa permitiu a construção desse conflito? 


3- A caracterização de Conceição é também fundamental para a construção do conflito. Como ela é caracterizada no terceiro parágrafo? 

a) No final do segundo parágrafo, o narrador afirma que Conceição acabou por concluir que a traição do marido “era muito direito”. 

A partir desse conceito, como podem ser definidos os princípios morais do personagem? 

b) Que expectativa é gerada no leitor pelo fato de ele saber que Conceição é traída pelo marido? 

c) Ao dizer que Conceição “Não sabia odiar; pode ser até que não soubesse amar”, o que o narrador sugere quanto à possibilidade de essa expectativa se confirmar? 
d) Em vários momentos, o narrador menciona as qualidades de Conceição. A ênfase nas virtudes dessa personagem tem um efeito na história. Que efeito seria esse? 


4- O enredo, que é o conjunto de fatos, está estruturando em situação inicial, elemento modificador, conflito, clímax e desfecho. 

a) Qual é a situação inicial do conto “Missa do galo”? 
b) Qual é o elemento modificador? 

c) Transcreva no caderno o clímax, que é o momento culminante da história, quando o conflito atinge seu ponto mais elevado. 

d) O desfecho ou a conclusão representa a parte final do conto, onde se encontra a solução do conflito. Em que consiste o desfecho nesse conto? 


5- Nogueira encontrava-se na sala, quando Conceição entrou, e os dois iniciaram um longo diálogo... 
A- Explique o sentido desta frase dita pelo narrador, de acordo com o contexto: "Sendo magra, tinha um ar de visão romântica, não disparatada com o meu livro ou aventuras." 
B-Conceição diz ao rapaz que acabara de acordar, mas ele não acreditou que ela estivera dormindo. O que ele imagina que poderia ser a causa da suposta mentira? 


6- O comportamento de conceição causa estranheza ao rapaz, ao comparar se modo de agir de antes com o que ele via na noite de natal. 

A-Escreva passagens em que o narrador percebe mudanças em conceição e passa a enxergá-la com um novo olhar. 

B-Que afeito a atitude contraditória de conceição causa, aos poucos no rapaz? Responda com base no texto. 


7- Releia os seguintes trechos e explique o que eles parecem sugerir em relação á atitudes de conceição. Situe-os no contexto. 

A- "... ergueu-se rapidamente, passou para o outro lado da sala e deu alguns passos entre a janela da rua e a porta do gabinete do marido". 

B- "Cuidei que ia dizer alguma coisa: mas estremeceu, como se tivesse um arrepio de frio...” 


8- A conversa ganha um rumo diferente, e nem Conceição nem Nogueira conseguem se afastar um do outro. 

A- Durante essa conversa com o rapaz, Conceição demonstra preocupação. O que a perturba e por quê? 

B- O que podem simbolizar os olhos compridos e, sonolentos de conceição de acordo com desenvolvimento dos fatos? 


9- No segundo parágrafo, que frase nominal antecipa o que o narrador vai contar sobre o modo de viver da família de Meneses? Justifique-se. 


10- Interprete, com base no contexto, o significado da frase "O teatro era um eufemismo em ação". 


11- Releia o terceiro e o quarto parágrafo e explique o emprego das aspas nas expressões a seguir. 

A- "Chamavam-lhe ‘a santa’, e fazia jus ao título." 

B- "Fiquei até o natal para ver ‘a Missa do Galo na Corte’." 


Interpretação 1 - Missa do galo

1.    A descrição é um recurso utilizado tanto na prosa romântica quanto na prosa realista, mas com finalidades diferentes. Compare a seguir duas descrições de personagens femininas: a primeira é de Aurélia, da obra Senhora, de José de Alencar, e a segunda, de Conceição, personagem do conto "Missa do galo".
I. "Era uma expressão fria, pausada, inflexível, que jaspeava sua beleza, dando-lhe quase a gelidez da estátua. Mas no lampejo de seus grandes olhos pardos brilhavam as irradiações da inteligência."
 II. "Tudo nela era atenuado e passivo. O próprio rosto era mediano, nem bonito nem feio. Era o que chamamos uma pessoa simpática. Não dizia mal de ninguém, perdoava tudo. Não sabia odiar, pode ser até que não soubesse amar."
a)    Qual dos dois textos apresenta vocabulário e construções mais sofisticados em estilo elevado e poético?
b)    Ambos os fragmentos, sendo descritivos, servem para caracterizar as personagens. Entre eles, contudo, há uma diferença essencial quanto à finalidade. Observe algumas imagens e adjetivos empregados:
I. expressão inflexível, gelidez da estátua, lampejo dos olhos.
II.  rosto mediano, nem bonito nem feio, simpática.
Em qual fragmento a descrição tem a finalidade de:
• elevar e idealizar a personagem?
• retratar a personagem como ela realmente é?

2. Preocupada em retratar a realidade de modo objetivo, quase documental, a prosa realista geralmente é marcada pelo registro preciso do tempo e do espaço e pela narrativa lenta.
a) observe as datas citadas no texto. Quando ocorre a situação vivida por Nogueira? Em que noite, particularmente?
b) Em que cidade e em que lugar ocorreram os fatos?
c) Quanto tempo transcorre desde o momento em que Conceição entra na sala em que está Nogueira até o momento em que ele sai à rua para ir à missa?
d) Pelas lembranças que são narradas, esse tempo parece ter demorado para passar ou parece ter passado rapidamente?

3.    Nos textos em prosa do Realismo, a narrativa normalmente flui lentamente, como forma de captar as sutilezas dos diálogos entre personagens, suas reflexões interiores, suas lembranças do passado, etc. Em "Missa do galo", as ações e diálogos são perpassados por uma ambiguidade que fica ainda mais acentuada pela lentidão narrativa.
a) Que tipo de ambiguidade existe no relacionamento entre Conceição e Nogueira?
b) Por que a lentidão narrativa acentua essa ambiguidade?

4.    No século XIX, raramente uma mulher conversava com um homem a sós, principalmente em um ambiente fechado e à noite. Vários elementos contribuem para criar uma crescente atmosfera de intimidade e atração entre as personagens.
a) Identifique no texto fatos que comprovem uma intimidade cada vez maior entre Conceição e Nogueira.
b) Observe os espaços ocupados pelas personagens no ambiente. De que forma eles acentuam essa atmosfera de intimidade e atração?
c) Levante hipóteses: Que razões poderiam ter levado Conceição a sentir vontade de viver uma aventura amorosa? E Nogueira?
d) Que fato posterior, relatado no final da história, confirma que Conceição era uma mulher capaz de se interessar por outro homem além do marido?
e) Quais dos seguintes fragmentos evidenciam a atração de Nogueira por Conceição?
• "Que velha o quê, D. Conceição!" 
•  "cochichávamos os dois, e eu mais que eia, porque falava mais"
• “A presença de Conceição espertara-me ainda mais que o livro."
• "ela, que era apenas simpática, ficou linda, ficou lindíssima"
f) Quais dos seguintes fragmentos evidenciam pensamentos e sentimentos contraditórios experimentados por Conceição?
• "Cuidei que ia dizer alguma coisa; mas estremeceu, como se tivesse um arrepio de frio, voltou as costas e foi sentar-se"
• "Depois referiu uma história de sonhos, e afirmou-me que só tivera um pesadelo em criança."
• "Mais baixo! mamãe pode acordar."
• "ela, às vezes, ficava séria, muito séria, com a testa um pouco franzida."
 g) Considerando que Nogueira é o narrador da história e conta os fatos de acordo com suas lembranças e cone sua ótica pessoal, dê sua opinião: Ocorreu ou não algum envolvimento entre Conceição e Nogueira?

 5. A atmosfera de intimidade vai crescendo num percurso de altos e baixos, de vaivém, de quebras súbitas, como se espelhasse os movimentos da consciência das personagens, que ora se soltam mais, ora se reprimem. Releia o episódio em que Conceição afirma desejar trocar os quadros da sala. Observe que, nesse momento, a atmosfera é quebrada e Nogueira sente vontade de ir para a missa. Que associações provavelmente foram feitas pelas duas personagens? .

6. Observe que Nogueira lê Os três mosqueteiros, obra romântica do escritor francês Alexandre Dumas, uma narrativa de aventuras perfeitamente compatível com a sua idade. Já Conceição lê A Moreninha, obra romântica de Joaquim Manuel de Macedo que narra aventuras amorosas de adolescentes.
a) As obras que as personagens leem retratam um mundo de aventuras, amores e heróis compatíveis com a vida que levam?
b) Que significado, então, deve ter a leitura para elas?

7. A seguir, são relacionadas as características relativas ao amor e ao herói ou à heroína românticos. Elabore um quadro com as características realistas opostas a elas, exemplificando-as com situações encontradas em "Missa do galo".
• A mulher amada, para o herói romântico, é sinônimo de beleza e perfeição.
•  O casamento, no Romantismo, normalmente é resultado de um amor profundo e o fim de uma longa trajetória de obstáculos.
•  O amor está acima de todos os interesses; é a mola-mestra que impulsiona e purifica as ações humanas.
• O herói romântico geralmente tem caráter forte e comportamento íntegro e linear, que raramente se altera ao longo da história.
•  O herói romântico é um ser especial, dotado de forças ou poderes incomuns.

8. A prosa realista tem como propósito captar o ser humano em sua totalidade, isto é, tanto exterior quanto interiormente. O retrato interior das personagens — isto é, a focalização de seus conflitos, pensamentos, anseios, reflexões, desejos, etc. — é chamado de introspecção psicológica. Identifique no texto um trecho que evidencie aspectos de introspecção psicológica referente a Nogueira.

9.O Romantismo supervaloriza o indivíduo e suas particularidades. Já o Realismo, mesmo trabalhando em profundidade a personagem, tende a buscar nela aquilo que é universal, isto é, comum a cada um de nós e que define a nossa condição humana. É possível dizer que a situação vivida pelas personagens Conceição e Nogueira — e toda a carga de emoções e valores que a acompanha — é universal ou particular? Justifique.

REALISMO
• Objetivismo
• Descrições e adjetivação objetivas, voltadas a captar o real como ele é
• Mulher não idealizada, mostrada com defeitos e qualidades
• Amor e outros sentimentos subordinados aos interesses sociais
• Casamento como instituição falida; contrato de interesses e conveniências
• Herói problemático, cheio de fraquezas, manias e incertezas
• Narrativa lenta, acompanhando o tempo psicológico
• Personagens trabalhadas psicologicamente
• Universalismo

ROMANTISMO
• Subjetivismo
• Descrições e adjetivação idealizantes, voltadas a elevar o objeto descrito
• Linguagem culta, em estilo metafórico e poético
• Mulher idealizada, anjo de pureza e perfeição
• Amor sublime e puro, acima de qualquer interesse
• Casamento como objetivo maior de relacionamento amoroso
• Herói íntegro, de caráter irrepreensível
• Narrativa de ação e de aventura Personagens planas, de pensamentos e ações previsíveis
• Individualismo, culto do eu


Bibliografia: Português e Linguagens 2. CEREJA,Willian Roberto; MAGALHÃES Thereza Cochar.7ª ed São Paulo 2010