domingo, 25 de outubro de 2009

Vizinhança perigosa, por Joane Coleone

TRABALHO DE PORTUGUÊS

Nome: Joane Coleone

Série: 1° ano

Nome: Vizinhança Perigosa

Autora: Zahyra de Albuquerque petry

Editora: Sulina

Este livro conta a história de Cláudio, um garoto de 15 anos que terminou o 1° grau em uma escola do interior e ele queriam fazer o 2° grau porque queria ser engenheiro.

Mas tinha um problema, a escola mais próxima onde ele poderia estudar era muito longe e ele teria que ficar o dia todo fora de casa.

Um dia seus tios João e Emilia que moravam em Porto Alegre foram passar na sua casa e deram à idéia de que Cláudio fosse morar com eles em Porto Alegre, pois a casa tinha um quarto no sótão e ele poderia ficar lá.

Os pais de Cláudio acharam uma boa idéia e mandaram ele para lá. Cláudio gostou muito do sótão, pois nunca teve um espaço tão grande só para ele.

Ele também gostou da cidade e da casa por fora onde tinha muitos vizinhos, pois mais que não conhecesse nenhum.

Em uma noite, já era tarde, ele percebeu algo de estranho na casa ao lado, ele levantou da cama para ver o que era, mas não conseguia ver direito, pois estava muito escuro e eles não acenderam a luz.

No dia seguinte, Cláudio fez muitas perguntas ao seu tio e descobriu que na casa ao lado morava um homem doente, que só andava de cadeira de rodas, ele era viúvo e seu filho tinha saído de casa. Mas ele morava com dois sobrinhos e com a empregada.

Cláudio com muita curiosidade para ver quem morava na casa ao lado inventou que sua bola tinha caído no jardim do vizinho e foi lá pedir a bola de volta.

Ele procurou a campainha, mas não encontrou. Então foi logo entrando, perto da porta ele achou a campainha e tocou então a empregada atendeu a porta, mas não gostou do menino.

Ele pediu se podia procurar a bola e quando encontrou ele foi se despedindo, nesta hora um homem de cadeiras de roda o convidou para entrar na sua casa. Ele queria muito entrar, mas estava muito nervoso, mas como já estava lá resolveu entrar.

Ele pensava que o homem de cadeira de roda era bravo, mas ele viu que não, pois até ofereceu um livro para ele ler e outro dia trazer de volta.

Na escola, Cláudio fez muitos amigos, mas o que mais conversava era Paulo, ele contou que estava desconfiado que alguma coisa estava acontecendo de estranho na casa ao lado, então os dois juntos imaginaram muitas coisas.

Na manhã seguinte, era sábado, ele foi devolver o livro e pegar outro, o homem que andava de cadeira de roda se chamava Dr. Ribas e ele estava muito cansado, então Cláudio não demorou muito.

Quando estava indo embora ele viu uma escada que ia para o sótão, ele sabia que era errado, mas não conseguiu segurar sua curiosidade e subiu, mas não pode ver nada, pois era escuro e não queria acender a luz para não chamar a atenção.

Na outra noite, Cláudio ouviu um barulho estranho na casa ao lado e foi ver o que era então ele viu dois homens e um outro caído no quintal, então ele não entendeu o que tinha acontecido, porque dois homens iriam largar outro no chão.

Na noite seguinte, ele e Paulo ouviram novamente um barulho estranho e levantaram para ver.

Eles viram dois homens cavando um buraco e descobriram que o homem que estava caído, estava morto, esses dois homens o enterraram no jardim.

Eles precisavam pedir ajuda a alguém, então Paulo lembrou que tinha um tio que era inspetor e faltou aula para ir falar com ele.

O inspetor não acreditou muito nos garotos, mas pediu que se soubesse de mais alguma coisa era para ir lá e contar para ele, pois sem provas não podia fazer nada.

Cláudio foi devolver o livro e pegar outro, desta vez estava com mais medo ainda, ele olhou para escada e sem fazer barulho ele subiu.

Nenhuma porta abria e finalmente ele conseguiu abrir uma e quando abriu achou muitas coisas e descobriu que era contrabando.

Mas quando foi sair à empregada viu ele, então com cara de mal ela trancou-o junto com aquelas mercadorias e não adiantava nem gritar por socorro, pois viu que ninguém iria ouvir.

A empregada chamou os dois homens que eram sobrinhos do Dr. Ribas para ver o que fazer, percebeu que ele sabia demais, então lhe aplicaram uma injeção e ele dormiu rapidamente.

Quando os tios perceberam que Cláudio tinha sumido eles foram procurá-lo na casa do Dr. Ribas, mas ele mentiu dizendo que não estava lá.

Então o tio ligou para casa de Paulo para ver se Cláudio estava lá, ele disse que não, mas ia procurar. Rapidamente Paulo ligou para seu tio que era inspetor e os dois foram procurá-lo.

O inspetor chamou a polícia e foram na casa do Dr. Ribas.

Quando a polícia foi embora eles tiraram toda a mercadoria contrabandeadas da casa e quando iam transporta-la chegou a polícia e prendeu eles.

Descobriram que o Dr. Ribas era quem comandavas tudo e seus sobrinhos eram da mesma quadrilha.

O inspetor contou tudo o que Cláudio tinha perdido enquanto dormia e ele ficou muito feliz por que todos os tratavam como um herói.

Eu gostei do livro porque é muito legal, investigativo, e que causa curiosidade para quem lê.Eu recomendo esse livro à todos os que gostam de uma boa aventura e que sejam curiosos conserteza que lê não se arrepende.




Novo Internet Explorer 8: faça tudo com menos cliques. Baixe agora, é gratis!


Novo Internet Explorer 8: traduza com apenas um clique. Baixe agora, é grátis!

3 comentários:

  1. Joane, muito bem. Gostei muito dos detalhes que você contou sobre o livro. Continue assim.

    ResponderExcluir

Trabalhos dos alunos da Turma 21

Os alunos da turma 21 criaram documentários e páginas na internet sobre temas polêmicos. Não estou postando os vídeos porque não tenho, mas ...